terça-feira, 20 de janeiro de 2009

MAIS SOBRE AMIZADES VIRTUAIS

Já por mais de uma vez postei acerca desta matéria, mas nunca me debruçando a preceito na virtualidade.
Arranjam-se muitas amizades através deste fenbómeno chamado NET, muitas ilusões, muitas mentiras, muitas acreditações e também muitos lamentos por se ter embarcado num barco com o casco rôto e consequentemente um afogamento terrivel na tristeza por se ter ido no engano.
C/fotos muitas vezes ultrajadas, sem fotos, perfis enganadores etc.
Muita coisa leva a enganos e frustrações.
Vou falar de mim,vou dizer o que sinto na verdade de tudo isto.
Acredito plenamente que se façam amizades na virtualidade,, as comunicações são crediveis, o sistema rege-se pelo respeito e assim se consegue conviver e embora não se conhecendo , algo toca cá dentro que nos diz que sim senhor, existe amizade.
Também já fui enganador,já sim e porque não dizê-lo ?Não nesta era do fascinio da NET, mas quando se colava o sêlo,também fui enganado, afinal não sou diferente dos outros, mas quero eu dizer que neste ciclo onde estamos inseridos e onde nimguem me conhece (assim penso) não atraio nimguem para futeis relacionamentos, para quem comigo reparte linhas e letras, penso nunca ter tido muito descuido.
Fala-se muito em se passar no papel, o que se não é capaz em pessoa, eu sempre tive um pouco de conversa, sempre soube alimentar um tema e dioscuti-lo frontalmente, cara a cara, que por este meio se diz ser muito mais facil, não sei se será assim.
Ora como de tudo por aqui se arranja, eu entendo estar muito bem servido e se em qualquer altura essa dita Amizade Virtual por mim for traída pois cá estarei para sofrer as consequências.
Nunca se deve dizer, desta Água não beberei, porque no melhor PANO cai a NÓDOA!

PS/ isto foi tirado do meu outro antigo blogue e por tal, já algumas pessoas o leram.