quinta-feira, 26 de junho de 2008

QUE ESCREVER?

Que posso ou devo eu escrever sem ter a caixa de pirolitos a funcionar.
Sei ke me fartei de trabalhar
apanhei imenso calor, que detesto
Cheguei a casa, tomei um valente duche frio
fui registar a mania do Euromilhões
fiz umas compras no Supermercado
Vim para junto da minha Amada e por aqui tenho estado
Ela a regar o seu Jardim na varanda e eis que fui dar com ela
a chorar.
De um momento para outro vem-lhe á cabeça as lembranças
as boas, as ruins, tudo se mistura e tudo faz dela um brotar de lágrimas
Até quando irá isto durar?
Tenho medo!
Chego a pensar que nunca irá conseguir suplantar aquela dor
Uma dor que eu não sei quanto lhe doi
Só sei que deve doer muito
Mas não sei o seu real significado
Nem malificio para ela.
A paci~encia vai-se mantendo
O carinho não vai faltando
Mas continuo receoso de nunca mais voltar a sentir e ater a minha
MULHER como ela era.