quinta-feira, 16 de outubro de 2008


Sento-me á lareira da vida

Pra que o frio do desassossego
Sossegue um segundo
As chamas que me rodeiam
Vão extinguindo-se calmamente!
Eu...vou encontrando a serenidade!
Apagou-se a lareira!
Adormeci...assim, pensando em ti!

Abracito e... um sorriso descarado ;)
Boa noite
:)

click to comment

8 comentários:

BlueVelvet disse...

Lindas palavras.
Ambiente acolhedor.
Que belo fim-de-semana se aproxima.
beijinhos

JOICE WORM disse...

Olha o António poeta...
Está maravilhoso, amigo. Bjs.

Andreia do Flautim disse...

Gosto desse cenário aconchegante!

_E se eu fosse puta...Tu lias?_ disse...

Sarava!!!!


Dá vontade de pular para o ecrán e ficar aí junto a essa lareira;)

Ah e adoro a música!


beijossss

Grilinha disse...

Bom Fim de Semana

Já sabe bem o crepitar da areira.

Hoje comprei castanhas para assar e cozer enquanto a filha está de férias pois lá em França não as encontra e só volta no Natal.

CercaTrova disse...

Bom fim de semana.

abraços

Filoxera disse...

Bom ambiente, acolhedor...
Como lá na terra dos sonhos todos podem entrar, vens no paquete e eu também passo aqui um serão.
Quites!

cõllybry disse...

Que delicia, adormecer nsse calor da lareira...que saudade...

Beijito e bom fim de semana