sábado, 6 de setembro de 2008

COM AMOR !

Em tempos de tristeza e dor.

Hei-de amparar-te e embalar-te.

Tornar a tua dor como minha.

Quando chorares, chorarei.

Quando te magoares, magoar-me-ei

E juntos, havemos de ultrapassar

as inundações de lágrimas e desespero.

E atravessar as ruas esburacadas da vida.

6 comentários:

BlueVelvet disse...

Linda declaração de amor.
Veludinhos e bom domingo

JOICE WORM disse...

Versão António poeta... Maravilha!

cõllybry disse...

Ummm, que doce de palavras poeticas onde declara o amor...

Voltei_____________Beijito

Antonio saramago disse...

MENINAS!! Acham que a minha caixita de pirolitos dá para estas coisas?
Não é meu, fui roubar a um sitio!!

Andreia do Flautim disse...

Bonito=)

Andreia do Flautim disse...

Bonito=)