quinta-feira, 21 de agosto de 2008

QUANDO EU PARTIR!!

Não fiquem junto á minha campa, a chorar.

Eu não durmo e não vou lá estar.

Serei mil ventos a soprar.

Serei neve,diamante a cintilar,

a luz do sol nos grãos a amanhecer.

Serei a doce chuva de Outono, caindo.

Quando acordarem, na calma do alvorecer,

serei estrela suave, na noite, luzindo.

Não fiquem junto à minha campa, a chorar.

Eu não morri, não vou é lá estar.

8 comentários:

sonhos disse...

um pensamento mto bonito, a dar cor ao teu blog. talvez haja kem o ache triste, eu acho tocante..bjs

BlueVelvet disse...

António,
muito lindo, mas não estás a pensar partir para lado nenhum, pois não?
Tu não me enerves.
Veludinhos azuis

Tatah Marley's Confissões disse...

Poxa amigo, lindas citações!
Quando eu morrer nao quero lagrimas algumas.. quero é ser cremada, jogada ao mar ao som de um bom reggae.
Meu sonho!

Adorei meu amigo!

Camila Colossi disse...

axeeei bem lindoo
e muitoo sincero auhahuhau


;*

amordemadrugada disse...

Bem bonito! é seu!?
Abracito

Andreia do Flautim disse...

Bom fim-de-semana!

Corações & Segredos disse...

Bom dia amigo!
Amei esse poema, afinal não morremos apenas fizemos uma grande viagem acima das nuvens!
Desejo a vc um final de semana iluminado!
Carinho de RO!

Antonio saramago disse...

Sonhos ainda bem ke góstas deste espaço

BLUE... Apetece-me mesmo partir...
Mas depois fico sem vocês!!!!!

CONFISSÕES
tento fazer sempre melhor

CAMILA, obrigado

DIVA...
Achas mesmo ke isto é meu?

Andreia,
tambem para ti

CORAÇÕES
te desejo tudo de bom tambem.