terça-feira, 20 de novembro de 2007

CHUVA

A maioria não gósta da chuva, é realmente aborrecida, mas quando no nosso lar estamos, todos gostamos de ouvir a chuva caír, se estamos deitados deliciamo-nos com o pingar das beiras, enroscamo-nos muito bem enroscadinhos na nossa companhia, a monotonia da chuva traz-nos alento ao AMOR e quando ao som desta, se concretiza o acto achamos e até esperamos que nunca mais acabe, é com chuva que me vou embora e da chuva desejo que tirem o máximo de proveito, tornem deste tempo o tempo mais apeticivel ao que góstam de fazer.
Não disprimorando ninguem, quero deixar aqui uma mensagem do meu muito obrigado a uma bloguista que transborda a sua veia poética e sedutora ... M O M E N T O S .....